Este artigo tem como finalidade demonstrar de que forma a política econômica e as políticas de mercado afetam as decisões de preço  dos produtos em uma loja do varejo, partindo de uma margem de lucro definida.
Os preços não são estabelecidos apenas pelas contas financeiras. Eles são definidos pelo mercador consumidor, que, com seu poder de decisão, motivado pelo esforço de marketing dos concorrentes e pelas variáveis ambientais, constitui o verdadeiro determinador dos preços a serem praticados pelo mercado varejista.

Dessa forma, o que se pretende a partir desse artigo não é fixar o preço, mas, apresentar o tratamento que deverá ser dado a ele, a fim que o varejo possa estabelecer margens e acompanhar sua efetivação na busca dos resultados econômicos, por conta das inúmeras variáveis que devem ser consideradas, tais como os impostos, o custo de oportunidade e as diferentes alternativas que são propostas por fornecedores e clientes.

Por meio da demonstração de um exemplo em que serão inseridas as variáveis condicionantes na definição do preço do produto, poderão ser avaliados seus impactos no resultado final.

Para tanto, esse exemplo irá incorporando tais variáveis e, em função da margem objetivo da empresa, o preço final do produto será apurado. Serão demonstradas as fórmulas para se chegar àquele resultado, bem como realizada sua comprovação prática.

No próximo artigo trataremos da Análise das variáveis condicionantes na definição do preço do produto.

Referência: ANGELO, C.F.; SILVEIRA, J.A.G (Coord.). Finanças no Varejo – Gestão Operacional, Editora Atlas